Cursos de Graduação

Imagem Ilustrativa do Curso

Engenharia da Computação


A Engenharia da Computação deve ser entendida como a habilitação específica da engenharia focalizada na fusão de conhecimentos e tecnologias oriundas da eletrônica e da computação para aplicações no setor produtivo e o desenvolvimento de novos produtos. Cabe destacar o papel da Engenharia da Computação no desenvolvimento de produtos de eletrônica de consumo, de comunicações e de automação (industrial, bancária e comercial), de sistemas de computação para realizar funções de controle em aviões, satélites e automóveis e de projetos para sistemas de geração e distribuição de energia elétrica e plantas modernas de processamento e industrial.

Essa ampla variedade de aplicações explica elevada e crescente demanda social por profissionais de Engenharia da Computação tanto no Brasil como no restante dos países desenvolvidos e em desenvolvimento. Nesse cenário, destaca-se a necessidade de profissional de Engenharia da Computação para a geração de produtos tecnológicos de alto valor agregado no segmento eletroeletrônico e de serviços tecnológicos especializados.

É o conjunto de conhecimentos usados no desenvolvimento de computadores e seus periféricos. O engenheiro da computação projeta e constrói computadores, periféricos e sistemas que integram hardware e software. Produz novas máquinas e equipamentos computacionais para ser utilizados em diversos setores. Desenvolve produtos para serviços de telecomunicações, como os que fazem a interligação entre redes de telefonia. Pode, ainda, planejar e implementar redes de computadores e seus componentes, como roteadores e cabeamentos.

Áreas de Atuação Profissional

O curso de Engenharia da Computação promove a formação específica no campo da computação e desenvolve as capacidades, habilidades e competências para a educação, formação tecnológica e profissional dos alunos

A expansão do parque industrial brasileiro levou ao uso de muitas máquinas automatizadas e operadas por sistemas computacionais. O bacharel é requisitado para desenvolver softwares que auxiliam o andamento das indústrias e para criar equipamentos como telefones celulares, tablets, máquinas de lavar roupas e colheitadeiras. Ele pode atuar diretamente na indústria ou trabalhar em empresas prestadoras de serviços e poderá também atuar na área de pesquisa em instituições científicas e acadêmicas. Diante desse panorama, a expectativa é que haja vagas em todo o país. Para o aluno se colocar, porém, a maioria das empresas exige inglês fluente.

 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA COORDENAÇÃO

 

Ato Regulatório: Portaria de Autorização DOU n° 119 de 15/03/13

Duração:10 semestres

Período:Diurno - Noturno

Coordenador do Curso: OLAVO ALVES DOS SANTOS NETO

Carga Horária: 4.260h

Vagas: 100

Habilitação: Bacharelado


conteudo auxiliar